Boa noite pessoal, 😉

Faz tempo que eu não monto textos reflexivos aqui no blog e hoje resolvi fazê-lo. Mais uma semana se inicia, e são esses momentos os mais apropriados para refletirmos sobre as nossas vidas.

butterfly-108616_1280

Metamorfose da vida

Num determinado momento da minha vida, não sei por qual razão, me tornei diferente.

Abandonei algumas posturas e abracei outras. Revi as minhas amizades, passei a valorizar o que realmente existe e não o que eu imaginava que existia. Parei de idealizar circunstâncias irrealizáveis. Passei a viver uma vida real e renunciei o universo da fantasia.

Ao passo que permaneci com alguns valores enraizados, também passei a cultivar alguns outros, que até então eu desconhecia. Mas, continuei olhando pra os lados, sempre analisando os bons e os maus exemplos.

Percebi que mudanças, mais cedo ou mas tarde acontecem, mesmo que sejamos veementes.

Por mais que a gente lute e fuja para se manter a mesma pessoa… um dia a metamorfose da vida acontece.  E só aumenta, a cada dia que passa. Até o momento em que você já não se reconhece mais.

Às vezes, o processo de mudança pode ser doloroso. Talvez, a compulsoriedade seja exatamente essa: transformar um inseto feio em um criatura bela.

(releia a frase acima e pense sobre os seus pensamentos, mude-os)

Na terra vivemos numa luta constante em busca do autoconhecimento e da própria essência que nos motiva.

E quanto aos que não pensam sobre isso?

Creio que vivam em plena harmonia, ou num profundo tormento.

Viver a vida real pode não ser tão fabuloso quanto imaginávamos que seria, mas pode ser bem mais emocionante que uma simples ficção.

Seja quem você realmente é, e lute para manter-se em equilíbrio. A sua felicidade sempre estará condicionada ao seu bem-estar interior.

Aceitação, respeito e amor próprio só existem em pessoas que aceitam mudanças.

Quando o tempo certo chegar, o casulo vai se romper e uma nova criatura vai renascer.