Por mais imprevisíveis que sejam algumas situações da vida eu ainda fico surpresa com as diferentes reações que as pessoas podem ter diante de um mesmo fato.

Considero que a maioria das surpresas tendem mais a desagradar do que realmente agradar alguém. Talvez, porque de certa forma elas geram algum tipo de expectativa na gente,  até mesmo quando não acontecem.

Ainda me surpreendo com determinadas atitudes talvez por crer erroneamente, que as pessoas de um modo geral ainda sabem diferenciar uma boa índole de um caráter duvidoso.

Sou do tipo que acha que quem cria a sua própria história, acaba não tendo muito tempo para se intrometer na vida alheia. Apesar que, hoje em dia dispomos de tecnologias que nos permitem invadir a privacidade de quem se expõe. Mas, de fato ninguém mostra aquilo que deseja realmente esconder.

smiley-150599_1280

Sou do tipo que anseia cada vez mais, julgar menos. Mas é claro que eu ainda julgo “sem querer” ao passo que também perco horas analisando o meu próprio umbigo. Que tarefa mais difícil essa de não julgar, hein?

Somos julgados pelas outras pessoas o tempo todo e infelizmente nossa natureza atribui facilmente um juízo de “desvalor” em desfavor de alguém. Porque é mais fácil enxergar as falhas dos outros ao invés das que cometemos.

É… sou do tipo que estampa na cara uma insatisfação e que não prefere forçar um sorriso, quando essa não for a minha vontade.

woman-163608_1280

E pior…

Sou do tipo que não nega a verdade, não coloca panos quentes para abafar os problemas e não fica em cima do muro sem posicionamento algum. Fingir ou mascarar  se torna impossível,  e sabe porquê?

Porque considero que a verdadeira beleza de uma pessoa está na capacidade que ela dispõe para vencer e superar os seus próprios obstáculos, sem que para isso seja necessário extravasar os próprios sentimentos, jogá-los aos 4 ventos, ou até mesmo expor o que realmente pensa, sem medir as palavras.

Palavras mal ditas podem se transformar em ofensa num piscar de olhos. Então é preciso muita cautela. Num breve instante algumas palavras mal ditas são consideradas palavras malditas por quem as escuta. 

Mas não é fácil vencer diariamente este obstáculo emocional de tentar dominar as próprias emoções e aprender a viver em equilíbrio com elas. Um desafio enorme que se apresenta apenas para os corajosos, que preferem viver a realidade do que mergulhar em uma utopia.

A verdade pode ser bem menos atrativa que a fantasia, só que a diferença é que não precisaremos despertar um dia. Pois já estaremos acordados se encararmos de frente todas as surpresas que a vida nos reserva, sejam elas boas ou ruins.