img_4514.jpg

DoGHero: anfitriões amorosos para o seu cão

Existe um app chamado DogHero em que você pode conhecer as pessoas que hospedam cachorros em suas casas, através das qualificações e comentários deixados por outros usuários do mesmo serviço. Lá você fica sabendo o que o animalzinho pode fazer dentro de casa (subir na cama, sofá…), se existirão outros animais no local nos mesmos dias, qual a rotina dos hóspedes, enfim tudo o que um dono atento precisa saber.

Muitas pessoas deixam de ter animais de companhia justamente por não terem onde hospedá-los com segurança, liberdade e carinho.

Quando se tem um cachorro doméstico e que vive dentro da residência da família, mudar drasticamente os hábitos do bichinho pode baixar a imunidade, deixá-lo abatido ou doente. Ninguém merece deixar os bichinhos presos em canis individuais, quando são acostumados a viverem soltos dentro de casa.

Cada cachorro tem a sua personalidade, por isso que, os animais sociáveis de pequeno porte que estão saudáveis e com as vacinas em dia, podem se hospedar em uma residência durante alguns dias enquanto os donos viajam.

A novidade é que em Santa Maria já dispomos desse serviço e eu tive a sorte de conhecer e escolher as pessoas ideais para cuidarem do Petit enquanto eu viajo. O casal que cuida do meu cachorro é a Mariana e o Sandro, que fazem parte da lista de anfitriões do DoGHero na cidade. Eles cuidam mto bem do Petit e ele ama ir pra lá, inclusive arrumou um irmãozinho emprestado, o Paçoca, que adora a companhia de outros cachorros.

Como funciona?

Depois de baixar o app e achar uma pessoa que te agrade pelas qualificações, você entra em contato com ela para checar a disponibilidade de datas e para marcar um encontro antes da hospedagem, para verificar se o cachorro se adapta ao local, se é sociável e também para o dono do cachorro conhecer o local onde ele vai ficar.

O encontro prévio

Acho muito importante fazer esse reconhecimento, pois é nesse momento que você pode falar tudo sobre o cão para quem vai cuidar dele, coisas como: o que ele come, qtas vezes come, se tem que passear, se toma remédios, etc.

Levando o Pet para se hospedar

Marcadas as datas de início e final da hospedagem, junto com o seu cãozinho você deverá levar tudo o que ele precisa no dia a dia, como: ração, cama, brinquedos, cobertor, roupa, coleira com guia, remédios se necessário, petiscos, tapetes higiênicos, etc.

Quanto custa a diária

Os preços variam basicamente entre R$30,00 à R$40,00. O pagamento é feito online via aplicativo no ato da reserva.

Buscando o Pet

No dia de buscar o cãozinho, todas as coisas levadas serão entregues de volta ao dono. Eles fazem as observações sobre a hospedagem e depois a gente qualifica o serviço em casa via app.

img_3783.jpg

3 dias em San Diego

De todas as vezes que eu fui para a Califórnia nunca tinha ido para San Diego, mas dessa vez, foi de lá que começou a nossa viagem. O clima da cidade é maravilhoso porque é quente e vibrante e em 3 dias conseguimos ver muita coisa. Confira as dicas de lugares para visitar que separei.

A maioria das pessoas tem uma ideia errada de San Diego porque acham que a cidade não é grande e que lá não tem nada pra fazer. Errado!!! A cidade é ampla, sendo a oitava maior do país, faz divisa com o México e fica ao sul do Estado da Califórnia. A imagem abaixo é da vista em frente ao nosso hotel. Vista em frente ao hotel Lá tem muitos pontos turísticos legais de se conhecer e várias praias bem no estilo Californiano que vemos em filmes. Vou listar os locais que eu mais gostei de conhecer em ordem de preferência:

1. Gaslamp Quarter: é um bairro composto por 16 quarteirões no centro da cidade, lá é onde a vida noturna acontece. Um local de puro entretenimento composto por diversos restaurantes, bares e festivais. É super movimentado e tem uma energia incrível. Dá para estacionar o carro e sair andando para escolher o bar/pub que mais te agrade. Os cardápios são geralmente expostos na frente dos lugares o que facilita muito a nossa escolha.2. Old Town: é a parte mais antiga da cidade, onde nasceu o Estado da Califórnia e está preservado desde 1820-1870. Essa é uma atração imperdível para o seu roteiro. Você se sente literalmente no passado, pois além das edificações antigas, as pessoas que trabalham no local se vestem de acordo com a época. O que eu mais gostei de ver foi o Hotel Cosmopolitan, que está igualzinho como era, dá para passear por dentro dele e ver tudinho super conservado. Almoçamos no bairro, há bastante opções de restaurantes e tiramos muitas fotos legais.

3. Mission Beach: uma praia bem californiana, com uma imensa faixa de areia até o mar. É um lugar mais cool e descolado, onde você se sente numa praia de verdade, com as pessoas andando com trajes de banho. Eu digo isso porque estamos falando de oceano Pacífico, pois na Califórnia tem diversas praias que as pessoas, exceto os surfistas, não entram no mar porque a água é mto fria. Lá também tem um parque de diversões com uma montanha russa de madeira. Ela não é mto grande, então eu me arrisquei a andar e adorei. Na rua beira mar, as pessoas andam de bicicleta, bird, caminham e andam de patins, têm diversas lanchonetes no local.

4. Pacific Beach: lá tem um Píer enorme e foi super bacana caminhar por ele e tirar fotos legais da cidade. É uma região de surfistas mas tinham vários banhistas no dia, pois estava super quente. O clima de San Diego é temperado e os meses mais movimentados são julho e agosto.

5. The Kiss: A famosa estátua do beijo, tem 8 metros de altura e está localizada no Sea Port Village. O monumento é de um oficial da marinha americana beijando uma enfermeira. Esse beijo simboliza o final da segunda guerra mundial, quando o Japão se rendeu para os EUA, os americanos ficaram eufóricos e saíram pelas ruas comemorar. O caso é verídico, aconteceu em NY na Times Square, o marinheiro saiu feliz e beijando as moças que estavam na rua. A foto ficou tão famosa que fizeram uma estátua em San Diego. Conhecemos outros lugares em San Diego, como a praia de Coronado Island, passamos na frente do famoso hotel Del Coronado, que já recebeu hóspedes como Elvis Presley e Marlyn Monroe. Andamos pelo parque ao lado do Midway Museum, entre muitas outras coisas. Mas, o que realmente mais gostamos de fazer por lá, foi o que citei nos tópicos acima.

img_3709.jpg

O alimento que faz o bouquet de flores durar mais tempo

Você sabe como fazer um bouquet de flores durar mais tempo?

Flores são um lindo adorno para enfeitar a casa, além de serem um belíssimo gesto de carinho. Não há quem não ame receber flores, pois elas alegram o nosso dia e a nossa vida.

Pena que elas duram pouco tempo, mas com uma dica bem fácil de fazer, você poderá mantê-las lindas por mais tempo.

Basta fazer um alimento que nutre e alimenta as flores fazendo com que elas durem mais.

A mistura é a seguinte:

– 1/2 limão

– 2 colheres de chá de açúcar cristal

– 2 colheres de chá de vinagre branco

– 1 litro de água

Modo de fazer: misture todos os ingredientes num vaso para as flores. Tire o bouquet da embalagem, e corte as hastes na água corrente. Tire as folhas das hastes para não apodrecerem. Coloque as flores no vaso. De preferência para cortar as hastes na diagonal e não em linha reta. Isso ajuda a planta absorver a água mais rápido.

img_3642.jpg

Bem-casados: uma doce tradição de casamentos

O doce mais famoso de um casamento é o bem-casado. Tradicionalmente, uma mesa específica para esse doce é parte indispensável da festa.

O bem-casado é formado por duas partes que se unem (fatias de pão de ló) com um recheio no meio (baba de moça, ovos moles ou doce de leite). As partes representam a união dos noivos com um enlace doce de respeito mútuo e cumplicidade.

Diz a lenda que os noivos devem distribuir pelo menos 1 bem-casado para cada convidado da festa, para que a união deles seja próspera e feliz. De modo que, cada convidado que comer um bem-casado será abençoado com a mesma prosperidade, sorte e felicidade.

Mas, antes de comer a primeira mordida, deve-se fazer um pedido especial.

Ele é usado em casamentos, nascimentos, festas de bodas e aniversários, sempre com o intuito de dar sorte as pessoas.

img_3614.jpg

De noiva para noiva: tradições de casamento

O casamento é um ato simbólico cheio de tradições, significados e simpatias para dar sorte aos noivos. Na Inglaterra, na época vitoriana, nasceu a tradição da noiva usar no dia do casamento alguma coisa azul, alguma coisa emprestada, alguma coisa nova e alguma coisa antiga (SOMETHING BLUE, SOMETHING BORROWED, SOMETHING NEW, SOMETHING OLD).

A gente vê muito em filmes americanos, noivas seguindo essa tradição, que foi se expandindo cada vez mais em vários lugares do mundo.

1. Algo azul: a cor azul simboliza o amor, a pureza e a fidelidade. Pesquisei na internet e fiquei sabendo que até o século XIX, as noivas vestiam azul nos casamentos, assim como a Virgem Maria sempre era pintada com um manto azul para indicar a sua pureza.

A cor também é usada para afastar mal olhado e cortar a inveja. As noivas que acompanharam o casamento real da Megan e do príncipe Harry, viram que ela usou azul na sola de seu sapato.

Pode ser uma fita azul no vestido, flores azuis no bouquet, uma joia com safiras ou tanzanitas, a barra interna do vestido revestida com azul, também pode ser a saia de armação em tule azul; ou ainda um pingente de olho grego colocado num punho interno ou na saia. Não precisa necessariamente aparecer, apesar de eu achar que deve aparecer sim hehehe.

2. Algo emprestado: Não basta ser alguma coisa emprestada, tem que ser algo de quem a noiva admire o casamento. Da mãe, da avó, da tia ou da amiga, tanto faz. O que deve ser levado em consideração é um casamento próspero, em que a noiva se espelhe e deseje o mesmo para si e para o noivo. Pode ser uma pulseira, um colar, uma tornozeleira, um grampo de cabelo, um pingente, um terço.

3. Algo novo: representa a vida nova, a nova fase, esperança, renovação, sorte e prosperidade. Pode ser o vestido (desde que não seja alugado), o sapato, um acessório de cabelo, a lingerie.

4. Algo antigo: simboliza a vida da noiva com seus familiares antes do casamento. Pois, o matrimônio forma uma nova família. Geralmente são usadas alguma joia de família, o vestido de noiva da mãe ou da avó (mesmo que seja readaptado), um acessório de cabelo, um broche, fotos de familiares falecidos ou um terço antigo.

Se você acabou de ficar noiva ou já está noiva há algum tempo, mas já começou a planejar o seu casamento, P.A.R.A.B.É.N.S 👏👏!!!

Agora, começa uma fase linda de sua vida, que deve ser curtida da melhor forma possível, esse momento é muito especial em nossas vidas.

Todas as imagens desta postagem foram retiradas do Pinterest.

- Instagram -


- Siga @magnolialeal -