dicas

img_3783.jpg

3 dias em San Diego

De todas as vezes que eu fui para a Califórnia nunca tinha ido para San Diego, mas dessa vez, foi de lá que começou a nossa viagem. O clima da cidade é maravilhoso porque é quente e vibrante e em 3 dias conseguimos ver muita coisa. Confira as dicas de lugares para visitar que separei.

A maioria das pessoas tem uma ideia errada de San Diego porque acham que a cidade não é grande e que lá não tem nada pra fazer. Errado!!! A cidade é ampla, sendo a oitava maior do país, faz divisa com o México e fica ao sul do Estado da Califórnia. A imagem abaixo é da vista em frente ao nosso hotel. Vista em frente ao hotel Lá tem muitos pontos turísticos legais de se conhecer e várias praias bem no estilo Californiano que vemos em filmes. Vou listar os locais que eu mais gostei de conhecer em ordem de preferência:

1. Gaslamp Quarter: é um bairro composto por 16 quarteirões no centro da cidade, lá é onde a vida noturna acontece. Um local de puro entretenimento composto por diversos restaurantes, bares e festivais. É super movimentado e tem uma energia incrível. Dá para estacionar o carro e sair andando para escolher o bar/pub que mais te agrade. Os cardápios são geralmente expostos na frente dos lugares o que facilita muito a nossa escolha.2. Old Town: é a parte mais antiga da cidade, onde nasceu o Estado da Califórnia e está preservado desde 1820-1870. Essa é uma atração imperdível para o seu roteiro. Você se sente literalmente no passado, pois além das edificações antigas, as pessoas que trabalham no local se vestem de acordo com a época. O que eu mais gostei de ver foi o Hotel Cosmopolitan, que está igualzinho como era, dá para passear por dentro dele e ver tudinho super conservado. Almoçamos no bairro, há bastante opções de restaurantes e tiramos muitas fotos legais.

3. Mission Beach: uma praia bem californiana, com uma imensa faixa de areia até o mar. É um lugar mais cool e descolado, onde você se sente numa praia de verdade, com as pessoas andando com trajes de banho. Eu digo isso porque estamos falando de oceano Pacífico, pois na Califórnia tem diversas praias que as pessoas, exceto os surfistas, não entram no mar porque a água é mto fria. Lá também tem um parque de diversões com uma montanha russa de madeira. Ela não é mto grande, então eu me arrisquei a andar e adorei. Na rua beira mar, as pessoas andam de bicicleta, bird, caminham e andam de patins, têm diversas lanchonetes no local.

4. Pacific Beach: lá tem um Píer enorme e foi super bacana caminhar por ele e tirar fotos legais da cidade. É uma região de surfistas mas tinham vários banhistas no dia, pois estava super quente. O clima de San Diego é temperado e os meses mais movimentados são julho e agosto.

5. The Kiss: A famosa estátua do beijo, tem 8 metros de altura e está localizada no Sea Port Village. O monumento é de um oficial da marinha americana beijando uma enfermeira. Esse beijo simboliza o final da segunda guerra mundial, quando o Japão se rendeu para os EUA, os americanos ficaram eufóricos e saíram pelas ruas comemorar. O caso é verídico, aconteceu em NY na Times Square, o marinheiro saiu feliz e beijando as moças que estavam na rua. A foto ficou tão famosa que fizeram uma estátua em San Diego. Conhecemos outros lugares em San Diego, como a praia de Coronado Island, passamos na frente do famoso hotel Del Coronado, que já recebeu hóspedes como Elvis Presley e Marlyn Monroe. Andamos pelo parque ao lado do Midway Museum, entre muitas outras coisas. Mas, o que realmente mais gostamos de fazer por lá, foi o que citei nos tópicos acima.

img_1606-2.jpg

DIY – 4 ideias para você mesma decorar o seu Natal

A magia do Natal já paira no ar, por isso hoje eu separei algumas ideias de decoração que podem ser feitas de maneira simples, tornando nossa casa mais aconchegante e cheia de charme. Todos sabem que enfeites de Natal não são baratos, então separei algumas dicas que são super acessíveis e dão um charme especial para a nossa ceia. Ver Mais

img_1443.jpg

Corpo e cabelo hidratados durante todo o verão

Vou dividir com vocês umas dicas super legais que recebi na minha última consulta com a minha dermatologista, Dr. Eloísa Botton.

Falei pra ela dá minha necessidade em ter produtos práticos, rápidos e fáceis de aplicar. Porque se não for assim, eu não faço o tratamento certo. Hoje em dia ninguém quer perder muito tempo né? Ver Mais

img_1269-1.jpg

Dicas para ter mais espaço no closet

Como eu gosto de enxergar todas as coisas que eu possuo dentro do closet, a arrumação dele é imprescindível. Só que não basta organizá-lo de qualquer forma, mas de uma maneira que eu otimize todos os espaços.

Alguns pequenos ajustes fazem toda a diferença. Nessa semana eu resolvi colocar em prática algumas dicas que li e agora vou dividir com vocês. Ver Mais

img_1099.jpg

Como funciona o autobronzeador?

O autobronzeador contém uma substância que se chama DHA ou dihidroxiacetona, que interage com a queratina da parte mais superficial de pele, tingindo-a.

Áreas com maior concentração de queratina como joelhos e cotovelos podem ficar mais escuras que o restante do corpo, para evitar que isso aconteça deve-se espalhar bem o produto.

Esfoliar a pele antes ajuda, pois retira as células de queratina mais antigas garantindo um bronzeado mais uniforme.

É interessante também usar luvas na aplicação do produto para evitar que as palmas das mãos fiquem amareladas ou manchadas. O produto pode ser utilizado por longos períodos, mas NÃO CONFERE PROTEÇÃO SOLAR.

Sua ação é bem superficial, por isso seguro não provocando mal à pele, exceto em casos de alergias. Seu dermatologista pode lhe ajudar a encontrar um adequado para você!

O melhor do autobronzeador é oferecer um bronzeado sem a exposição solar, evitando envelhecimento precoce, manchas, rugas e câncer de pele.

- Instagram -


- Siga @magnolialeal -